Quinta-feira, 17 de Março de 2011

ÁGUA ...A QUANTO OBRIGAS...

 

Quando preciso pensar sobre alguma coisa, refletir, reformular uma ideia, um pensamento, desfazer equívocos, falar comigo mesma, gosto de o fazer despida, molhada, debaixo de vapores, mas essencialmente com um peso nos ombros...então ...

 

Entro no duche, fico uns minutos quieta, apenas ouvindo e sentindo os jactos fortes batendo na minha pele, filtrando todas as dúvidas, massageando os receios, removendo as células mortas, estimulando as vivas. Deixo meu corpo entregue aos seus cuidados, minha mente entregue à frescura da sua sabedoria. Ela responde a todas as perguntas, conhece as fraquezas, brinca com  as  inseguranças. Invade a minha alma, entra em meu consciente, lê meus pensamentos, desnuda meus desejos, injecta vapores de tranquilizante, hidrata as emoções, esfrega meus anseios, lava minha insanidade. Saio limpa, reconfortada, confiante. Purificada.

 

 

Sempre achei que ficava mais económico este tipo de aconselhamento, estes encontros zen com a água, este prazer reconfortante de chegar até nós, de nos questionar, entender, compreender e receber a tal bênção, tendo em conta os excessos, em prol do ambiente. Mas hoje, tenho as minhas dúvidas, aliás tenho a certeza que não posso continuar com este tipo de reflexão, com esta terapia, este tratamento cerebral. Vai ser muito penoso para mim, quase impossível de aceitar, a água é a minha fonte de energia, de vitalidade, a minha transparência, a minha segunda pele.

 

...mas não consigo engolir os 90% de contas de saneamento todos os meses na factura, desculpem o meu in(saneamento) mas esta tarifa é um abuso, um atentado á bolsa do zé povinho, uma lavagem completa, incluindo esfoliação ao nosso discernimento. Já para não falar do restante menu, a que eles chamam de "outras contas" e que se traduzem em tarifas com siglas que mais parece um TIRAMISU, com variáveis camadas e cheiros anafrodisíacos. Passa-te logo a tesão do banho, disso tenho a certeza!!... 

 

Resultado: Com este novo tarifário (ERSAR), vou deixar de pagar aquela factura anual de resíduos, brutal, fixe, cool, uma boa notícia, traduzindo, vou pagar todos os meses o dobro do consumo de água, vou  ficar com um nó no cérebro porque não vou poder satisfazer as minhas necessidades terapêuticas, não vou poder garantir a minha saúde mental, a minha higiene pessoal,  o aumento de energia e vitalidade, vou perder o bom senso, a capacidade de sorrir, pensar, realizar, de gerir e criar recursos renováveis, ou seja, traduzindo, VOU VIRAR PESTE SUÍNA!!...Óinc..Óinc...(que pivete).

 

Preciso urgentemente de um tónico, pode ser uma mine (Kok...sobrou alguma?)...é só para ver se consigo manter o equilíbrio e alguma pureza de pensamentos...""f#*+#pª»##""..sei lá, cristalina soa-me bem, está a resultar, sai mais uma mine!!...LOL..

 


 


publicado por nuvemdoce às 12:45
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Rafeiro Perfumado a 17 de Março de 2011 às 15:10
Caladinha, pois tens muita sorte em não te meterem uma taxa de enterro. Sim, que isso de usar a água para limpar células mortas devia ser taxado!

Beijocas!


De nuvemdoce a 17 de Março de 2011 às 15:34
Ahahha...tenho a certeza que essa tua espiritualidade deve ser do banhinho todas as manhãs, agora quando sacudires o pelo, aproveita para regar a horta, pelo menos garantes o vigor da fruta e a frescura dos legumes...Lolll...

Beijokas


De sinasinho a 17 de Março de 2011 às 17:15
Que tal se tapares o ralo da banheira e acumulares a água por umas semanas? Vais tomando duche com a mesma, arranjando um balde com o fundo esburacado. Quando cheirar, e tiver muito BeDuummm... renovas.

Topas???


De nuvemdoce a 18 de Março de 2011 às 09:21
Lá chegaremos Sinasinho, lá chegaremos, por este andar não deve faltar muito, depois sabes o que era mesmo bom, mesmo, mesmo....era de vez em quando passares lá em casa para me lavares as costas, é que o BeDuumm..quando se entranha...é lixado para sair, só escovando!!...

Topas??..


De sinasinho a 18 de Março de 2011 às 11:22
Bem...

Vou ponderar. Talvez fosse melhor levar um creminho amaciador para não ficares com as costas marcadas, e umas pétalas de flores, bem perfumadas, para te deixar a sua essência nas costas e, assim, durar por uns dias largos até ao próximo duche pois, caso contrário... continuavas com problemas de faturação.

topas...


De nuvemdoce a 18 de Março de 2011 às 15:28
Negócio fechado Sinasinho!!...
...até já estou a aceitar melhor esta situação sabes, parecendo que não, acho que vou ficar numa boa posição, ...espera, não é nada disso, é claro que fico de costas para ti, nada de confusões, queria dizer é que ...já sinto pele de galinha, os cabelos em pé, o nervoso miúdinho, são os efeitos da água mesmo sem a ter, é tudo psicológico. Afinal posso muito bem adotar outras formas de pensar, quer dizer, depende em parte da tua boa vontade, da tua ponderação, do teu espírito de sacrifício, bom...da tua faturação...
claro, acredito que não o faças só pelos meus lindos olhos, verdes, cor de azeitona, vivaços e brilhantes como as estrelas no céu, rasgados e profundos como o mar, meigos e ternos como a folhagem das velhas árvores, abertos e espevitados como as flores de um jardim, estranhos e curiosos em saber quem és tu??

Mas pronto, o anonimato não me incomoda, desde que o creme não seja da loja do chinês, sabes …tenho uma pele muito sensível, e as pétalas de plástico, gosto de tudo ao natural, estou a considerar e prontos …parece-me bem, gostei da sugestão!!...

Depois até podemos trocar de posições, afinal a vida custa a todos e...quem sabe, bom...é melhor ficar por aqui...lollll...


De sinasinho a 18 de Março de 2011 às 19:57
Deixa que o aroma sensual de Orquídea mime os teus sentidos, enquanto o gel creme, com proteínas de Caxemira, se transforma numa suave e cremosa espuma, para uma sensação de pele tão suave quanto a caxemira (não é essa de galinha). Vais sentir-te renascer em cada duche, refiro-me (passe a publicidade) ao Cashmere Moments. Claro que nem pensei nas lojas dos chineses, depois da expressiva e sensual descrição que fazes dos teus olhos e da tua pele sensível, não podia levar sabão azul e branco.
Quanto ás pétalas serão selvagens e recolhidas por mim, possuidoras de uma essência bem penetrante para que dure até ao próximo duche. Isto se aprovares o dito... "o duche".
Resta a minha faturação, mas isso deixo nas tuas mãos, tenho a certeza que não ficarei mal...
embora ainda esteja a ponderar pois, estou perante um diamante por lapidar.

topas??


De nuvemdoce a 20 de Março de 2011 às 14:06
Sinasinho, és um diamante bastante polido, juntas saberes com sedução, dois "s" numa comunhão de bens, que quase nos revela o teu anonimato. Desconhecia essas proteínas de caxemira, pensava só existir em tecidos, mas tem lógica sim senhor, afinal é um produto de extrema qualidade, as cabras que o digam, assim que se descuidam, zásss...sacam-lhes o pelo todo. Tenho um lenço que me custou quase estes olhos verdes azeitona. Mas consegui renegociar e de facto valeu a pena o olho de vidro. O lenço é lindo, macio, leve e brilhante, um despertar de sensações que faz de mim uma rebelde quando o uso e cavalgo pelas lezírias. Será que "Cashmere Moments" vai domar este espírito selvagem?...tenho que experimentar...é claro que aprovo o dito duche, estou em pulgas (assenta bem)...melhor, depois de uma conversa de caxemira, o termo correcto seria: estou 100% ansiosa por essa fibra...Ups proteína.

Beijokas


De sentaqui a 17 de Março de 2011 às 20:14
Há muitos muitos anos, ou até nem foi há tanto tempo assim, século XIX o pessoal não tomava banho, só aí de 3 em 3 anos, tinham medo que a água entrasse pelos poros e se afogassem, não quer dizer que faças o mesmo, mas aí de mês a mês, que achas?
Outra hipótese é aproveitares a água da chuva, pelo menos é pura e fresquinha, ou ainda se tiveres mais alguém em casa, podes sempre optar por um banho comunitário, ah e lembrei-me de outra coisa, por aí não um tanque onde se lava a roupa e que até costuma ter uma manivela de madeira...molhas, ensaboas, dás à bomba e helas...fresquinha. Faz de conta que estás no chuveiro de praia, para além de que em vez de serem os outros a meterem-se a mão na carteira, és tu que passas a usufruir de borliu da aguainha do município.
Topas?

Beijinhos


De nuvemdoce a 18 de Março de 2011 às 10:05
Sentaqui, de 3 em 3 anos puxa...isso é que era amor ao corpinho, devia ser para manter aquele cheirinho único e tão característico, tenho a certeza que ninguém ficava indiferente, de longe se cheirava quem lá vinha..loll...snif..snif...será a Marcolina, nãoooo...parece-me mais a Bonifácia, nãooooo..este cheiro é da Gertrudes...lolll...

Mas olha, as tuas sugestões são óptimas para imaginar num filme tipo Indiana Jones, ou então ter sempre à mão um gajo tipo MacGyver, que tem ideias para tudo e faz dum tanque uma bela banheira de espuma e massagens. Talvez se vivesse numa ilha, tivesse espírito aventureiro e mais nada em que pensar, a não ser curtir a Natureza, ver o sol nascer, ver as estrelas ao luar, uivar e matar a fome, a água seria o menor dos meus problemas, mas infelizmente a minha, nossa ilha é outra, e os seus habitantes vão ter que dar corda à manivela muitas vezes.

Beijokas


De Paulo a 18 de Março de 2011 às 16:30
Muito engraçado o teu texto e meus parabéns pela maneira cativante que o começaste para desembocar nessa tragédia relativa a taxas dignas do tempo do Ali babá e os 40 ladrões LOL

A minh mente farta de tanta roub.... digo tanta norma justa aplicada neste país, que fiquei-me mesmo pelos 3 primeiros paragrafos, cativa-me a água que te amacia a pele eheheheheehe

beijinho e óptimo fim de semana


De nuvemdoce a 20 de Março de 2011 às 13:11
Pois é Paulo, gosto de suavizar os "problemas", dar aquele chega para lá, tipo "eu posso bem contigo, ainda não vai ser desta que me derrotas"...eles ficam mansinhos, assim como perdidos na ignorânca, estupefactos com a reacção e saltam fora, deixando o caminho livre para novas soluções, novos procedimentos e quem sabe novas fragâncias.

Está um dia lindo não está??...Bom Domingo.


De Teté a 18 de Março de 2011 às 21:49
Bom, para ser franca, também faço uma espécie dessa terapia... em banhos de imersão! E quero que os ambientalistas vão dar uma curva e estou-me nas tintas para a conta da água (que por sinal nem sei qual é, porque chega via correio electrónico para o mail do maridão e nunca lhe ponho a vista em cima): é certamente mais barato do que ir ao psicólogo ou ao psiquiatra. Sem contar com os transportes...
E sem gostar de dar conselhos, acho boa ideia que faças o mesmo: a nossa saúde mental antes de tudo! Isto para já não falar no cheiro devido à falta do dito duche, tá claro!!!

Beijocas e bom fim de semana... primaveril!


De nuvemdoce a 20 de Março de 2011 às 13:28
Olá Teté,

Como eu gostava de ter um maridão que me pagasse as contas, mas por enquanto cá por casa ainda sou eu que as pago, por isso tenho que fazer uma certa ginástica. Ora, por um lado é bom, quando chega a dita cuja, as calorias começam logo a fazer-se à estrada, só com o gesticular de nomes impróprios para consumo, escuso de ir malhar para um ginásio e suar com outra conta, por outro lado é mau porque tenho que recorrer à bendita água para acalmar e lá se vai a zona de conforto...ahahhah...

Mas olha, tens razão, temos que manter o equilíbrio e para isso a saúde mental é o mais importante, então só me resta uma solução: arranjar um maridão..LOL
Será que conheces alguém que esteja disposto a liquidar as minhas contas e quem sabe a esfregar-me as costas??...

Está um dia de verão ...o sol está quente e os malmequeres despertam ...BEM TE QUERO!!
BOM DOMINGO!!..Beijokas


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Quantas vezes

Já me perguntaram

Quantas vezes

Já me indagaram

Quem é você…

Como você é…

De onde vem

Pra onde vai…

Quantas perguntas

Quantos julgamentos

Quantos enganos

Quantos…

Tudo é tão simples

Sou assim…

Nasci e cresci

Num lar com muito amor

Com muito calor…

Sou amor, sou paixão…

Sou amiga, sou mulher…

Sou esposa, sou mãe.

Sou carinho, sou ternura…

Sou encanto, sou magia…

Sou o que sempre fui

Seja aqui seja lá

Seja onde for…

Você saberá onde me achar

Você saberá

Quando eu chegar.

Será emoção

Será ternura

Será magia

Será encanto.

Quem sabe…

Um dia você…

Descubra quem sou…

De onde vim

Pra onde vou…

Entre linhas

Entre versos

Entre um antes

Entre um depois…

.posts recentes

. PESSOAS - LIVROS

. O CALADO FICOU A VER ESTR...

. É SÓ UMA SEMANINHA...

. ANALISANDO... a coisa mai...

. AI...QUEMEDOITUDO...

. MALVADAS CRIATURAS

. RUBRICA # 0.2

. ESTÁ CALOR, ESTÁ TÁ...

. LOURENZO ACODE-ME...

. RUBRICA# 0.1

.posts recentes

. PESSOAS - LIVROS

. O CALADO FICOU A VER ESTR...

. É SÓ UMA SEMANINHA...

. ANALISANDO... a coisa mai...

. AI...QUEMEDOITUDO...

. MALVADAS CRIATURAS

. RUBRICA # 0.2

. ESTÁ CALOR, ESTÁ TÁ...

. LOURENZO ACODE-ME...

. RUBRICA# 0.1

.Quem está aí?

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Muito proveitoso, adoramos!obrigado por compartilh...
Parabéns pelo post, equipe brigadeiro porto alegre...
excelente post!
Sempre coerente Teté. Bjs

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds